Os Jardins

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Os Jardins

Mensagem por Alaska Dermott Windsor em Qui Fev 12, 2015 6:52 pm

Jardins

Os jardins são uma bela junção de arbustos, canteiros de flores e estátuas vindas da antiguidade. As esculturas que o local possuí enriquecem a paisagem, e o local ainda conta com uma bela fonte. As árvores que o local possuí abrigam bancos com sombra, ideais para um agradável passeio pelo local.

michiko

avatar
Alaska Dermott Windsor
Princesas
Princesas

Mensagens : 181
Dinheiro : 299
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 19
Localização : St. Claire

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Remy R. W. Pallas em Seg Mar 09, 2015 6:32 pm




You know why, you don't care!
Vestindo isso . mood: confused . where: jardim


Terminar, terminar, terminar.

Aquela palavra que rompe qualquer relação, sabe? Aquela que, ao final de cada briga ecoa em sua cabeça e entra em seu organismo e a liberta das mais inertes dores futuras. Aquela palavra poderosa, cujo qual é a única saída quando você está confusa entre se entregar ao seu coração ou seguir a razão – ou talvez quando você não sabe mais o que fazer para um relacionamento dar certo, e tudo o que você quer é seguir a sua vida sem as brigas constantes.

Claro, quando se ama alguma pessoa, não querer deixá-la de lado quando, uma vez, já deu o melhor de si por ela, é absolutamente normal. Mas quando aquilo que enche o seu coração – também conhecido como amor: uma droga alucinante, que já lhe impulsionou aos piores atos e aos melhores também – se transforma em dores e lágrimas mais intensas do que aquele sentimento que te faz rir feito boba ao ouvir o nome da pessoa, a única solução é terminar.

Tentar dar a volta por cima e perdoar os defeitos e erros das pessoas que ama como se você nunca tivesse se ferido... Certo ou fácil? Não dá pra decidir, pois nenhum dos dois é bom – e o que seria o bom, no final de tudo? Palavras não curam as feridas que tanto te atormentam, não há caminho, tudo terminará como foi programado, se não era pra ser, não será! O destino é, muitas das vezes cruel.

Lá estava eu, nos jardins, sentada em um dos bancos com os fones de ouvido no máximo e Johnny Winter me parecia mais depressivo do que de costume. Minha franja caia sutilmente em meu rosto e a lua minguante estava quase invisível, sendo cobertas pelas nuvens. Provavelmente a chuva cairia de madrugada, para lavar as almas dos mais inocentes e limpar as lágrimas dos corações feridos.

Enquanto esperava Alice chegar me contentava em ver as folhas já se amarelarem para caír com a chegada do outono. Mas ainda me perguntava se aquele lugar era mesmo o ideal para cumprir com os meus objetivos... Mas de certa forma fazia sentido não é? Terminar pelos primórdios? Tudo começou como uma aventura em um jardim... Agora terminaria em dor, em um jardim! E recomeçaria uma nova página de nossas vidas, e por minha parte começaria pela dor.

Aquela dor dilacerante que lhe tira o sono, lhe suga a vida e a alma a cada momento – Pois é assim que sempre acontece, você aprende a viver a pessoa, e reaprender a viver sem ela parece impossível em primeiro momento...  – aquela dor delirante, o castigo a que você foi imposta pela sua própria escolha - mesmo sabendo que esse castigo no final vai fazer com que a vida fiquei mais leve e que talvez você consiga achar outra pessoa que te faça mais feliz ainda.

Irônico, não? Aquela que tantas vidas salvou, que luta pela igualdade e pelo bem dos mais desfavorecidos – movida pela curiosidade, não pela total bondade, mas ainda ajudou a muitos– é levada a tanta confusão dentro de si mesma, sem sentido, sem dó pelo destino.

Pois não existe bem e mal, e eu sempre soube disso. Também sabia que não importa quantas pessoas já fiz sorrir, de quantas pessoas já tirei do fundo do poço, eu tinha que sofrer, eu tinha que ver tudo aquilo que eu amava acabar aos poucos, em brigas, em crises... Posso não acreditar em Deus, mas se há a possibilidade de ele existir, porque me faz sofrer tanto? Porque brinca com a minha cara? Sim eu me perdi em um labirinto escuro. Sem saída, sem caminho, sem sonhos. Meu coração estava se transformando em pedra a cada dia mais, eu estava virando uma pessoa fria cheia de rancor e ressentimento, esperando que alguém me abraçasse só para aquecer um pouco meu coração que sangrava mais a cada plano que dava errado, a cada decepção que me rodeava...

E por mais que eu precisasse de alguém que me amasse, por mais que eu precisasse amar alguém para não me perder nas minhas próprias loucuras, ainda assim aquelas oito letras me sorriram na escuridão me levando para um caminho sem volta.

Terminar, terminar... Terminar.  
avatar
Remy R. W. Pallas
Marquesas
Marquesas

Mensagens : 82
Dinheiro : 102
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24
Localização : St. Claire

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Alice C. T. Devereaux em Seg Mar 09, 2015 8:59 pm










Q
uando Remy me chamou para ir conversar com ela no parque já sabia o que vinha pela frente. Eu tinha sido a pior namorada do mundo nos últimos meses, nossas vidas tinham sido um inferno, mas mesmo assim eu não queria me desapegar dela. Ao chegar lá me sentei ao lado dela e fiquei observando meus pés enquanto ela falava. Eu não quero que acabe assim, eu sei que estive errada com esse ciúmes bobo e as outras milhares de coisas, tudo que ela fala me faz o maior mal agora, e claro que eu não posso contrariar pelo fato de que eu estou errada em tudo que ela fala.


_________________
Alice C. T. Deveraux
DAMA DE COMPANHIA DA RAINHA AUREA!
avatar
Alice C. T. Devereaux
Damas de Companhia
Damas de Companhia

Mensagens : 67
Dinheiro : 127
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Remy R. W. Pallas em Seg Mar 09, 2015 9:20 pm




You know why, you don't care!
Vestindo isso . mood: confused . where: jardim


Alice se aproximou com passos parados e se sentou ao meu lado. Olhei para a grama para não ter que encara-la.  — Eu não posso mais continuar com isso! Alice, não da! Eu não sou uma amiga sua, sou a sua namorada, você não pode simplesmente sumir por dias e voltar como se nada tivesse acontecido! E eu não aguento mais brigas! Isso está sendo desgastante! —  Olhei para Alice tirando a franja do rosto e colocando atrás da orelha. Minha vontade era olha-la com o canto do olho mas por causa de minha doença eu estava perdendo a visão periférica e tudo que eu veria seria um grande borrão, mas mesmo olhando para ela, fui incapaz de olha-la nos olhos. — Isso não pode continuar assim! Eu tenho no máximo mais dezoito anos de vida, e não vou perdê-los brigando com você e vendo você terminar comigo por mero capricho! Eu não sou uma boneca que você pode brincar sempre que tem vontade e depois deixar largada como se não se importasse! Eu não vou ficar esperando você pra sempre Alice! — Respirei fundo com uma vontade maior do que devia de voltar atrás de virar e retirar tudo que havia dito, dizer que a amava naquele instante, que o que tivemos esses anos todos não era passado ainda.
Voltei a olhar para o chão engolindo em seco e levando a mão na cabeça que doía em frente a tantos pensamentos confusos. Meu coração batia na garganta quando o meu relógio apitou. Abri a bolsa e tirei um frasco com vários comprimidos dele e coloquei um na boca engolindo.
avatar
Remy R. W. Pallas
Marquesas
Marquesas

Mensagens : 82
Dinheiro : 102
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24
Localização : St. Claire

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Alice C. T. Devereaux em Seg Mar 09, 2015 9:38 pm










Eu não quero terminar com você. – Meus olhos logo se encheram de lagrimas e ergui minha cabeça para encara-la. – Eu sei que eu fui a pior pessoa do mundo e que você nunca vai me merecer. – Suspirei fundo e encarei a garota tomar seus remédios. – Eu não posso prometer que se nós não terminarmos eu serei a melhor namorada do mundo, mas eu juro que vou tentar ser melhor e não deixar o resto da sua vida infeliz. – Eu não sabia o que fazer, não sabia se devia abraça-la ou qualquer coisa do tipo, então me levantei e fui até o lago. – Você se lembra de quando nos conhecemos? – Dei um sorriso e me virei para encará-la. – Começamos num jardim e pelo jeito vamos acabar nele.


_________________
Alice C. T. Deveraux
DAMA DE COMPANHIA DA RAINHA AUREA!
avatar
Alice C. T. Devereaux
Damas de Companhia
Damas de Companhia

Mensagens : 67
Dinheiro : 127
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Remy R. W. Pallas em Seg Mar 09, 2015 9:56 pm




You know why, you don't care!
Vestindo isso . mood: confused . where: jardim


Respirei fundo fechando os olhos ao ouvir o que Alice falou. Era justamente o que eu havia pensado. Lembrei do que meu chefe havia dito "Você não deveria ser médica. Mulheres bonitas não fazem medicina, a menos que sejam tão perdidas quanto bonitas." e era assim que eu estava me sentindo no momento. Completamente perdida. — Eu me lembro... Mas isso já faz muito tempo! — Suspirei. . — Eu também me lembro que eu era uma jovem frustada, que não queria se casar, que não sabia que ia morrer e que pensava que você era um milagre do destino finalmente conspirando para o meu final feliz! Mas não é mais assim... — Me virei de costas para Alice ainda sentada no banco. . — Você não estava perto de mim quando eu queria morrer, não estava perto de mim quando eu descobri que queria viver da pior forma possível... — Meus olhos lacrimejaram e olhei para cima tentando não deixar as lágrimas caírem. . — Eu me lembro de como era... Quando a gente se conheceu, eu me lembro de cada detalhe, do seu vestido, da sua máscara... Do tom da sua voz... — passei a mão em meu cabelo até chegar ao laço que prendia algumas mechas atrás, ainda deixando meu cabelo solto. . — Mas eu não lembro quando as coisas mudaram...  Foi tudo tão rápido! — Engoli o choro tentando me fazer de forte. — Eu queria passar meus últimos anos ao seu lado! Cumprindo com os meus votos e minhas promessas de que, eu ficaria com você até que faltassem ar em meus pulmões... Mas não adianta eu querer estar do seu lado se você não está do meu... Não adianta eu clamar para acordar ao seu lado todas as manhãs e te abraçar apertado, se eu nem ao menos sei aonde você passa as noites, ou os dias... — Suspirei. — Quando a gente saiu daquele lago, juntas... Eu pensei que seria diferente... Que seria... Eterno!
avatar
Remy R. W. Pallas
Marquesas
Marquesas

Mensagens : 82
Dinheiro : 102
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24
Localização : St. Claire

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Alice C. T. Devereaux em Seg Mar 09, 2015 10:19 pm










A
pós Remy dizer sobre eu ser o final feliz dela comecei a chorar e literalmente desabei em lágrimas. – Você lembra-se da minha mãe? – Virei meu rosto para encara-la e suspirei. – Então, nem eu, semana passada recebi uma carta de alguém que dizia ser ela. – Caminhei calmamente até ela e sentei-me ao seu lado. – Quando cheguei ao Canadá descobri que ela está viva e que ela me abandonou e abandonou Pheobe também. – Encarei-a e dei de ombros. – É minha mãe sabe? Eu não podia simplesmente deixar ela lá, após ela tentar contato. – Abri minha bolsa e tirei de lá um isqueiro com a bandeira do Canadá. – Eu só não te contei que ia pra lá porque podia ser alguém tentando me enganar pra conseguir dinheiro ou algo do tipo. Ah, comprei isso pra você. – Entreguei o isqueiro para ela e fechei minha bolsa.


_________________
Alice C. T. Deveraux
DAMA DE COMPANHIA DA RAINHA AUREA!
avatar
Alice C. T. Devereaux
Damas de Companhia
Damas de Companhia

Mensagens : 67
Dinheiro : 127
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Remy R. W. Pallas em Seg Mar 09, 2015 10:33 pm




You know why, you don't care!
Vestindo isso . mood: confused . where: jardim


Mais uma vez virei o rosto para Alice. A falta da visão periférica me deixava cada vez mais nervosa.  — Você não tinha esse direito! Não tinha o direito de ficar dias fora sem me avisar! Você tem a noção do quanto eu fiquei preocupada? De tudo que eu pensei que poderia ter acontecido? —  Vi Alice tirar o isqueiro da bolsa e me entregar. Balancei a cabeça negativamente — Eu não posso mais fumar... — Olhei para o frasco de remédio em minhas mãos. — Você não pode simplesmente viajar sozinha para conhecer um estranho sem avisar para alguém! Isso não é seguro! — Disse guardando o objeto em mãos na bolsa voltando a olhar para Alice. — Eu não posso fazer parte da sua vida, se você não compartilha o que acontece nela comigo! — Suspirei colocando uma das mãos na minha nuca por baixo do cabelo. — Eu não posso te ajudar, eu não posso te apoiar, se você me priva de coisas importantes! E se fosse alguém querendo dinheiro, eu daria um jeito... Mas pelo menos poderia e saberia te ajudar! — Olhei nos olhos de Alice pela primeira vez desde que começamos a conversar.
avatar
Remy R. W. Pallas
Marquesas
Marquesas

Mensagens : 82
Dinheiro : 102
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24
Localização : St. Claire

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Alice C. T. Devereaux em Ter Mar 10, 2015 11:08 am










-
Me desculpe, eu não sei onde estava com a cabeça quando resolvi não te avisar que estava indo viajar. – Suspirei e encarei os meus pés. – Eu senti tanto a sua falta. – Virei o rosto para encara-la e observei ela guardar seu remédio. – Você não tem melhorado, não é mesmo? – Coloquei minha mão acima da dela e observei ela falar. – Não tem como prevenir que a doença avance? – Abri minha bolsa novamente e guardei o isqueiro que ela havia recusado. – Minha mãe ofereceu um apartamento para eu morar em Vancouver. – Fechei a bolsa e encarei Remy. – Ela se casou com um homem com título, acho que um Duque ou qualquer coisa do tipo. – Dei de ombros e me levantei. – Mas bom, como vai a sua vida? – Fui até a beira do lado e me sentei, passando a mão na água.


_________________
Alice C. T. Deveraux
DAMA DE COMPANHIA DA RAINHA AUREA!
avatar
Alice C. T. Devereaux
Damas de Companhia
Damas de Companhia

Mensagens : 67
Dinheiro : 127
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Remy R. W. Pallas em Ter Mar 10, 2015 2:44 pm




You know why, you don't care!
Vestindo isso . mood: confused . where: jardim


Não eu não tenho melhorado... E nenhum dos tratamentos estão sendo eficazes para atrasar a doença... —  Suspirei olhando para a grama. — Você se daria bem em Vancouver... Se for bem aceita pelo conjugue de sua mãe, herdará o título nobre... — Olhei para o céu cheio de nuvens. — Minha vida está sendo trabalhar no cabaré que minha mãe me empurrou garganta a baixo e fazer os tratamentos experimentais... Depois que me fizeram de refém no hospital, a quatro dias, eu também tenho me dedicado a fazer hemodiálise... O cara fez com que testassem todas as drogas em mim antes de aplicarem nele... Mas não ligo muito... Antes em mim do que em alguém saudável... Mas meus rins, figado e coração não reagiram bem a overdose então me afastaram do trabalho no hospital por uns meses... Mesmo eu falando que não precisava porque já me sinto um pouco melhor! — Olhei para a garota sentada perto do lago — E você? Vai se mudar pro Canadá?
avatar
Remy R. W. Pallas
Marquesas
Marquesas

Mensagens : 82
Dinheiro : 102
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24
Localização : St. Claire

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Alice C. T. Devereaux em Ter Mar 10, 2015 3:10 pm










-
Não vou, não quero ficar longe de você ou da Aurea, ou da Pheobe. – Suspirei ao lembrar que ainda não tinha contado o acontecido para Pheobe. – Deve ser legal trabalhar num cabaré, se eu não fosse uma das damas da Aurea eu iria tentar algo do tipo. – Ri e tirei meus sapatos, colocando os pés na água. – Você sempre quis ser médica, não? – Virei-me para encara-la novamente e observei seus lindos olhos. – Eu já quis ser cantora, mas meu pai sempre dizia que plebeus nunca conseguiriam isso. – Dei de ombros e observei o lago. – O que você não pode mais fazer ou comer por causa da doença?


_________________
Alice C. T. Deveraux
DAMA DE COMPANHIA DA RAINHA AUREA!
avatar
Alice C. T. Devereaux
Damas de Companhia
Damas de Companhia

Mensagens : 67
Dinheiro : 127
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Remy R. W. Pallas em Ter Mar 10, 2015 3:18 pm




You know why, you don't care!
Vestindo isso . mood: confused . where: jardim


Sim, sempre quis ser... —  Ao ouvir o comentário sobre o cabaré ri. Não era ruim, era um lugar especial e todas as garotas que trabalhavam lá eram como minhas irmãs ou melhores amigas. Ao ouvir a pergunta de Alice  suspirei.— Eu posso fazer qualquer coisa... Comer qualquer coisa também! Bom, pelo menos por enquanto, pelo menos enquanto a doença não me faz perder o controle de mim mesma! — Me levantei caminhando lentamente até uma árvore próxima ao lago, olhei meu reflexo na água e sorri levemente mantendo meus olhos fixos ali.
Uma brisa leve e fina soprou bagunçando os meus cabelos me fazendo arruma-los mais uma vez com os dedos e logo soltei o lao do cabelo deixando-o agora, completamente solto.
avatar
Remy R. W. Pallas
Marquesas
Marquesas

Mensagens : 82
Dinheiro : 102
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24
Localização : St. Claire

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Alice C. T. Devereaux em Ter Mar 10, 2015 3:37 pm










L
evantei-me e fui até a árvore, apoiando-me nela e retirando o vestido. – Bom, a água está uma delicia. – Pulei na água espirrando um pouco dela em Remy. – Vem, vai ser divertido! – Mergulhei e fui até a outra margem do lago, acenando para Remy e dando uma risadinha ao vê-la me encarar. – Vem, vamos relembrar os velhos tempos, não seja marica! – Ri e nadei até a margem onde ela estava. – Oi Cueio! – Ri e encarei-a retirar a roupa. - Remy R. W. Pallas, a marquesa de Oxford! – Anunciei-a quando ela começou a entrar na água, quando ela finalmente entrou fui até ela e dei um abraço nela. – Senti tanto a sua falta!


_________________
Alice C. T. Deveraux
DAMA DE COMPANHIA DA RAINHA AUREA!
avatar
Alice C. T. Devereaux
Damas de Companhia
Damas de Companhia

Mensagens : 67
Dinheiro : 127
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Remy R. W. Pallas em Ter Mar 10, 2015 4:23 pm




You know why, you don't care!
Vestindo isso . mood: confused . where: jardim


Alice estava ficando louca? Ela havia acabado de tirar as roupas e pular na água no meio de um jardim publico. Ergui uma das sobrancelhas vendo aquela cena, e quando ela jogou água em mim e me chamou de maricas revirei os olhos — Eu não sei se isso é uma boa ideia! —  Falei ainda a fitando... Mas por outro lado, não faria tanta diferença. Quando Alice se pendurou na margem perto de mim comecei a tirar minhas roupas, as dobrando e colocando em um canto próximas a um arbusto. Me sentei na margem do lago colocando os pés na água, gelada por sinal, e aos poucos tomei coragem para entrar na água.  Pressionei os olhos tampando o rosto com a mão e impulsionei meu corpo pra frente entrando de vez no lago e a água gelada quase me fez gritar. Quando Alice me abraçou se queixando de saudades sorri fraquinho segurando em seus ombros.
avatar
Remy R. W. Pallas
Marquesas
Marquesas

Mensagens : 82
Dinheiro : 102
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24
Localização : St. Claire

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Alice C. T. Devereaux em Ter Mar 10, 2015 10:53 pm










R
i da expressão da garota e dei um beijo em sua bochecha. – Hoje eu recebi uma ligação muita amigável de uma anônima falando da minha vida sexual. – Dei de ombros e dei uma risadinha. – Ela ligou pra você também ou está só me perseguindo? – Dei um sorriso sem jeito sobre a sua resposta e fiz uma cara pensativa. - Tu não passou meu número pro Ronan não né? - Fiz um biquinho e depois dei de ombros. – Sei lá, não dava pra reconhecer a voz.


_________________
Alice C. T. Deveraux
DAMA DE COMPANHIA DA RAINHA AUREA!
avatar
Alice C. T. Devereaux
Damas de Companhia
Damas de Companhia

Mensagens : 67
Dinheiro : 127
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Remy R. W. Pallas em Ter Mar 10, 2015 11:09 pm




You know why, you don't care!
Vestindo isso . mood: confused . where: jardim


Ligação anônima? — Olhei nos olhos de Alice confusa. Realmente, havia rumores de que alguém andava passando trote nas pessoas, mas pra ter chegado ao ponto de mexer com gente que nem reis e rainhas eram? Estranho! — Não recebi nada... Pelo menos não ainda, mas a Alaska recebeu algumas mensagens de anônimo muito... constrangedoras! Talvez seja a mesma pessoa... Quanto o Ronan... Ele tem acesso a todos os números de telefone que ele quiser, basta ele fazer uma ligação e ele consegue o número até do papa! Mas... o que o anônimo disse? — Respirei fundo dando de ombros. — Talvez seja apenas mais uma pessoa babaca que não consegue cuidar da própria vida e se dedica a atormentar a vida dos outros!
avatar
Remy R. W. Pallas
Marquesas
Marquesas

Mensagens : 82
Dinheiro : 102
Data de inscrição : 11/02/2015
Idade : 24
Localização : St. Claire

Ficha do personagem
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Jardins

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum